Como embarcadoras podem baixar custos de pedágios

O custo com o pedágio é uma das preocupações constantes entre empresas de logísticas. Por ser considerado um mal necessário, embarcadoras e transportadoras precisam estar atentas ao preço das tarifas e o quanto ele pesará no valor final da viagem. Ter o controle da gestão dos pedágios não é uma tarefa simples, demanda profissionais atentos e alinhados aos objetivos da empresa.

Confira algumas dicas para reduzir custos de pedágio.

Processos operacionais

Controlar a rentabilidade de qualquer empresa exige conhecimento de processos executados. Inicie medindo o quanto do orçamento mensal é destinado a cobrança dessas tarifas. Quais são as rotas mais frequentes e se há chance de alterá-las em busca de economia.

Caso a empresa possua filiais em outras cidades, certifique se há um padrão em executar orçamentos e cálculos. Grandes ou pequenas equipes que não trabalham de maneira ordenada tendem a ter dificuldades em progredir.

Ao analisar esses processos você tem a garantia de organizar as finanças e conseguir, com calma, criar formas de reduzir o custo com pedágio.

Estudar os gastos recorrentes do pedágio é o primeiro passo identificar onde pode haver redução de custos.

Estudar os gastos recorrentes do pedágio é o primeiro passo identificar onde pode haver redução de custos.

Otimize serviços

Veículo na estrada significa gasto de dinheiro, por isso não facilite. Negocie para que cargas destinadas a regiões próximas dividam espaço no mesmo caminhão.

Ofereça ao cliente pedidos maiores. Com mais estoque, ele vai demorar a solicitar seu produto e você economizará com transporte. Converse com o comprador para que a ação seja vantajosa aos dois.

Faça um planejamento para que o veículo não rode vazio. Crie relacionamento comercial com profissionais da área e discuta a possibilidade de parcerias no transporte de retorno.

Avalie custos e rentabilidade

Saiba avaliar serviços importantes daquelas que não valem a pena. Não se trata de negar trabalho, mas em certificar a rentabilidade dele para a área financeira da embarcadora. O custo do transporte envolve combustível, pedágio, frete, desgaste do caminhão e outros setores.

Não faça negócio para depois perceber, que no fim das contas a sua margem de lucro foi pequena.

Evite a duplicação de cobranças

Embarcador que não acompanha as despesas do transporte, muitas vezes não nota o desperdício de recurso.  A duplicação na cobrança de um pedágio é um exemplo. São tantos cálculos de rotas realizados diariamente, que ter o controle de todos os números é quase impossível. Agora imagine o quanto de dinheiro é perdido quando essa cobrança indevida é frequente.

Uma saída muito viável para eliminar erros é contar com ferramentas de cálculo automático. Estas plataformas oferecem o valor total da viagem – pedágio, distância, frete, combustível – em poucos minutos.  Ou seja, o responsável tem o mínimo de trabalho.

A tecnologia disponível no aplicativo QualP Pro realiza esse trabalho com eficiência. A versão pré-paga é indicada para embarcadoras e transportadoras que desejam controlar os gastos, mas manter a eficiência dos negócios.

No QualP Pro você preenche uma planilha básica com informações das rotas e envia ao sistema. Em minutos, eles retornam com dados completos do pedágio e trecho.

Embarcadoras que possuem sistema de gestão também podem integrá-lo ao software. Desta forma é possível usufruir a qualquer momento.

Se o seu objetivo é reduzir custos de pedágio e otimizar horas de trabalho, conheça mais o QualP Pro.

Ganhe créditos grátis para começar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *